almanaquistas contatos cadastro parceiros

AGENDA DE SHOWS

EM BREVE NOS CINEMAS

Será Que?


Por Raíssa Rossi
21/9/2013

 

Daniel Radcliffe vem tentando provar que seu talento como ator vai muito além de Harry Potter desde o fim da saga. A partir de então, vem aceitando papéis bem diferentes do jovem bruxo: já protagonizou o terror "A Mulher de Preto", a série "Diário de um Jovem Médico", interpretou o poeta Allen Ginsberg em "Versos de um Crime", e em breve será um chifrudo peculiar no longa "O Pacto". No atual "Será Que?", dirigido pelo canadense Michael Dowse ("Os Brutamontes" e "Uma Noite Mais Que Louca"), Radcliffe se joga pela primeira vez no mundo das comédias românticas, fazendo par com a atriz Zoe Kazan, que já teve essa experiência anteriormente em "Ruby Sparks - A Namorada Perfeita" (2012) e "Tudo Acontece em Nova York" (2011).


Em "What If" (no original), Wallace (Radcliffe) e Chantry (Kazan) são dois jovens na faixa dos 20 anos que se conhecem por acaso numa festa e sentem uma sintonia instantânea. O grande problema é que ela já está comprometida com Ben (Rafe Spall) e não pretende terminar o namoro. Ele, que depois de 1 ano na fossa após o término de um relacionamento, finalmente resolve dar a volta por cima, acaba na friendzone de Chantry, reprimindo seus sentimentos para continuar perto dela, mesmo que seja apenas como amigo.


Zoe Kazan rouba a cena como Chantry, enquanto o desempenho de Daniel Radcliffe alterna entre bom e mediano durante toda a trama. Quem também merece destaque é o casal amigo, interpretado por Adam Driver, da série "Girls", e Mackenzie Davis ("Namoro ou Liberdade?"), que compõem um improvável, divertido e fogoso par contrastando com o romance enrustido dos amigos que parece nunca deslanchar por insegurança e indecisão de ambos.


Com um roteiro previsível de Elan Mastai, "Será Que?" é uma comédia romântica que funciona por investir num casal protagonista fofo e carismático que se descobre aos poucos ao longo da trama, pelo qual o público (especialmente o feminino) adora torcer. A relação entre os dois é muito descontraída, repletas de piadas prontas e ironias constantes (algumas vezes forçadas), e é possível perceber de cara a química entre eles, o que lembra em parte o início do romance de Gus e Hazel no recente "A Culpa é das Estrelas".


Baseado na peça canadense "Toothpaste and Cigars", "Será Que?" é mais um representante do gênero e possui similaridades com os conhecidos longas "Harry e Sally" (1989), "Amor ou amizade" (2000), "O melhor amigo da noiva" (2008) e "(500) Dias Com Ela" (2009). Não é um filme original, mas cumpre muito bem o seu papel de entreter sem gerar maiores expectativas.