almanaquistas contatos cadastro parceiros

AGENDA DE SHOWS

EM BREVE NOS CINEMAS

Festival de Brasília 2014: Diretor não se importa com riso na plateia


Diretor de Ventos de Agosto, Gabriel Mascaro, abre o jogo com os presentes no debate.

22/09/2014


por Felipe Pereira, em Brasília

O quinto debate do Festival de Brasília preconizou-se pela presença de Gabriel Mascaro (foto), diretor do longa pernambucano Ventos de Agosto. Segundo o cineasta, seu filme não tem medo ou qualquer sentimento semelhante. O diretor diz não ter se surpreendido com as gargalhadas na platéia, nos momentos mais cômicos, uma vez que o riso faz parte da vida, já que o filme faz fronteira com o grotesco, algo inerente ao cinema e muito condizente com seu filme.


Já pelos curtas-metragens, o destaque foi para o carioca Luz, que segundo a visão de seus feitores, queria não denunciar qualquer as atrocidades daquela vida sem energia elétrica, retratada em tela, mas sim mergulhar na intimidade dos moradores. Na platéia do debate, Cavi Borges - produtor e cineasta - destacou a total falta de apoio financeiro do estado e município do Rio de Janeiro com o profissional do audio-visual não muito conhecido - leia-se famoso.

Já B Flat teve importâncias nas escolhas de sua diretora Mariana Youssef que vão desde um caráter onírico e menos realistas, que segundo ela, tinham o objetivo de fugir dos estereótipos publicitários.