almanaquistas contatos cadastro parceiros

AGENDA DE SHOWS

EM BREVE NOS CINEMAS

Festival de Brasília: Debate com diretor Branco Sai, Preto Fica


Debate com Adirley Queiroz, diretor de Branco Sai, Preto Fica


por Filipe Pereira, em Brasília

21/09/2014 

 

O quarto debate do Festival de Brasília começou mais uma vez pelas equipes de curta-metragem "Nua Embaixo do Couro" e "Castillo y el Armado", seguidos pelo longa brasiliense "Branco Sai, Preto Fica" , onde a relação de rivalidade en Ceilândia e Brasília é mostrada de modo visceral, com o arquetipo do passaporte para a capital como avatar da ascensão social que os personagens buscam.

 

Adirley Queiroz defende seu filme afirmando que em tempos tão politicamente corretos é necessário tomar partido também dos muitos executados no exercício de suas profissões, especialmente no meio musical. O diretor encerra sua fala lembrando de como a capital do país parece aos olhos dos candangos:

 

"Brasília é um grande slogan...um lugar até um pouco fascista, o passaporte é um símbolo desse apartheid... O baile black era uma representação da identidade de Ceilândia, que divergia especialmente do Rock Brasília."

Marquim do Tropa destacou a locomoção que fazia entre os elevadores, mesmo sendo cadeirante. Lembra também seu visual, o cabelo afro black e o engodar e emagrecer. A diretora de arte e produtora Denise Vieira falou também sobre a participação da comunidade, até com forte colaborações com o cenário. A influência visual de Mad Max e Blade Runner por exemplo vem daí.

 

Os responsáveis por "Nua Embaixo do Couro", encabeçada pelo jovem diretor Lucas Sá. O realizador declarou sua paixão por Brian De Palma e Dario Argento, louvando a erotização de suas protagonistas femininas. Irrequieto, Lucas declara que sua vontade é transformar este num longa-metragem no futuro, com a mesma tônica de terror e sexo típico dos filmes de seus ídolos. Já Pedro Harres, feitor da animação "Catillo y el Armado" destaca a quantidade de animadores de seu filme, reafirmando a intenção de dar volume e substância aos contornos de seus personagens.