almanaquistas contatos cadastro parceiros

AGENDA DE SHOWS

EM BREVE NOS CINEMAS

A Menina Esqueleto


Por Ricardo Schpke
29/8/2014

H anos em busca de uma nova linguagem no teatro para a infncia e juventude, Monica Alvarenga criou a Cia Trickster. Onde desenvolve projetos de teatro dana, teatro sem texto, teatro gestual, teatro de animao e pesquisa de msica ao vivo.

Partindo de um conto dos Inuits, os esquims, Monica Alvarenga, construiu a dramaturgia do espetculo "A Menina Esqueleto", inspirada no conto original "A Mulher Esqueleto", extrado do livro "Mulheres que correm com os Lobos" de Clarice Pinkola Ests.

Com produo singela, "A Menina Esqueleto", construda em uma cena limpa, toda branca, em seu piso e pernas laterais, buscando nos remeter ao Polo rtico, e a uma aldeia de esquims, simbolizada por uma mvel semi-armao de iglu.

A abertura executada por teatro de sombras, assinado por Alexandre Fvero, que conta em poucos quadros, a histria da menina antes de ser resgatada por um pescador. Vemos na execuo de cena alguns pequenos desajustes no foco central da luz, e na angulao das figuras em sombra, que apresentam assim pouca definio e recorte. A opo da direo em trabalhar com pouco texto, na criao de uma lngua imaginria -praticamente sons onomatopicos -, cria assim um estranhamento maior do que o habitual, caso a mesma fosse apresentada em um espetculo com um enredo menos subjetivo como o da pea vista. Apesar de ser uma ideia criativa, ela fica um pouco deslocada e provoca pouca empatia no pblico presente. Ela nos chega um pouco desconexa em sua variao tonal, e tambm monocrdia, em muito auxiliada pela repetitiva trilha sonora, ao vivo, de Lucina.

A ideia de trabalhar a concepo do espetculo quase em pantomima, muito bem-vinda, pois colabora em tirar a plateia de uma zona de conforto em que ela est acostumada em ficar. Entretanto, o gestual corporal da atriz e bailarina Natasha Mesquita se desenvolve com passos bastante reconhecveis de uma usual coreografia de ballet, ou de dana contempornea, com pouca fora expressiva no trabalho de atriz, mas valorizado pela plstica do que pelo contedo. Neste ponto vemos um outro pequeno choque entre a busca de uma nova linguagem teatral x o uso de passos mais tradicionais de dana. J o trabalho do ator, mmico e clown Gilvan Gomes se faz valer de uma movimentao um pouco mais rgida.

A iluminao de Rogerio Emerson se apresenta um pouco escura e no valoriza com preciso o grande espao em branco de toda a cena. Os figurinos de Mara Knox so interessantes, e o principal achado a interao do humano com o ttere esqueleto - que deve estar associada tambm a concepo de movimento do boneco e coreografia de Marcio Nascimento. Alis este um dos grandes mritos do espetculo: a criao do movimento de bonecos de Nascimento, que cria uma composio externamente harmnica entre o ator-manipulador-personagem, com o ttere do esqueleto. A metade do corpo do esqueleto estar impresso no figurino da menina, e a outra metade ser a parte de cima do boneco, possibilitou uma interao e harmonia muito delicada e diferenciada, na manipulao de tteres. Juntando os dois, e os separando ao mesmo tempo. Muito bem executado tambm, o boneco esqueleto feito por Marcio Newsland.

Cercado de momentos distintos de teatro de gestos, e poesia, como por exemplo na hora em que o pequeno corao da menina se acende de vermelho, a pea " A Menina Esqueleto" muito bem-vinda como uma proposta de criao de uma nova linguagem em movimento cnico.

SERVIO: "A MENINA ESQUELETO"

Onde: Centro de Referncia Cultura Infncia/Teatro Municipal do Jockey (Rua Mrio Ribeiro, 410, Gvea (entrada para veculos) /Avenida Bartolomeu Mitre, 1110, Gvea (entrada para pedestres) / Telefone:21 3114 1286)

Quando: sbados e domingos, s 16h30m (At 7 de setembro).

Quanto: R$ 20,00; e R$ 10,00 (meia).