almanaquistas contatos cadastro parceiros

AGENDA DE SHOWS

EM BREVE NOS CINEMAS

Festival de Gramado: Argentino El Critico estreia na competição


Longa argentino foi o primeiro estrangeiro a ser exibido e teve boa recepção.

12/08/2014


por Roberto Cunha


Segunda-feira, 11, foi dia da plateia do Festival de Gramado 2014 conferir a exibição da comédia dramática El Critico, estreia de Hernán Guerschuny na direção de um longa. Após algumas reações positivas da plateia, que não lotava o Palácio dos Festivais, a impressão que deu ao final da sessão é que a crítica especializada simpatizou com a obra.


Também escrito por Guerschuny, El Critico conta a história de Victor Téllez, um crítico de cinema implacável com o cinema atual e sempre pronto para tecer os piores comentários sobre as produções, principalmente, se forem comédias românticas. Tudo porque para ele a fórmula é clichê demais e cheia de elementos impossíveis de acontecer na vida real. Só que ele mesmo acaba capturado por uma situação inusitada e, para o seu desespero, muito parecida com aquelas que ele tanto critica nos filmes, ao se interessar por uma desconhecida. Começa aí um curioso romance ou, quem sabe, uma história de desamor.


Repleto de referências cinematográficas, passeando por Godard, Capra, Truffaut e um monte de comédias românticas adoradas pelo público, a trama brinca com todas elas, provocando não só o personagem principal, como também o espectador comum e, em especial (quem sabe), aqueles que trabalham no mesmo ofício que o protagonista. Pois é através da rabugice dele, da maneira que vê os filmes e escreve sobre eles, é que se percebe o seu descontentamento e os variados tons escuros de sua vida sem graça. E isso fica claro, na medida em que ele se envolve nessa possível relação, a cor aparece e a emoção aflora em seu texto.


No elenco, Rafael Spregelburd está ótimo como protagonista e o bom humor do roteiro, para você ter uma ideia, extrapola a ficção e zoa com o próprio ator numa alusão ao filme O Homem do Lado (2009), que rendeu um prêmio para ele. Na outra ponta, Dolores Fonzi também se sai bem com seu personagem maluquete, que mexe com a cabeça do mal humorado de plantão, fazendo ele vivenciar impossíveis coincidências, loucas cenas em câmera lenta, corridas na chuva, entre outras coisas que ele tanto odiava.


Exibido em 2013 na Mostra Internacional de São Paulo, El Critico tem ótimas sequências do ponto de vista visual, é leve, descompromissado, mas tem uma gostosa dose de reflexão sobre a vida. E ainda promete um final surpreendente.


Cotação: Almanaque de Prata


O Almanaque Virtual viajou a convite do Festival de Gramado 2014.