almanaquistas contatos cadastro parceiros

AGENDA DE SHOWS

EM BREVE NOS CINEMAS

As Aventuras de uma Cruminóloga: 109


Por Jonathan Calazans

15/07/2014

Editora: Mythos

Preço: 19,90

Páginas: 260

Autor: "Abraço Mortal" ( Roteiro: G. Berardi, L. Calza *  Desenho: M. Fodera e T Campi). "Profissão Perigo" (G. Berardi, M. Mantero * Arte: Pittalunga & Antinori

"Abraço Mortal"

Esfaqueada em sua própria floricultura, a vida da senhora Sherleene está por um fio. Resignada, evitando todas as formas de dizer ou falando não saber quem fora o seu agressor, ela parece amargurar silenciosamente em lágrimas envoltas de mistérios. Porém, Julia e sua intuição investigadora, abrirão caminho através das fendas mais obscuras da pobre senhora, desvendando o seu passado humilde, além de enigmático e com estranhas contradições, que escondem um segredo tão grave, quanto o crime cometido.

Numa trama que fala principalmente sobre a solidão, a obra inicia com cenas recheadas de teor lírico, onde a protagonista embarca numa profunda reflexão sobre sua vida solitária, o abandono e o poder do tempo. Com boas viradas e principalmente uma excelente investigação, Bernadir nos convida para uma ousada leitura, onde percebemos o quanto uma pessoa ou qualquer ser humano, pode esconder segredos tão particulares e graves de seu passado, que prefere viver sobre uma mascara, sem que ninguém perceba.

Os desenhos de Marco estão de parabéns, servindo de forma harmoniosa a toda a historia que se estrutura principalmente nesses três elementos muito bem abordados, O passado, os segredos dolorosos da alma e o poder implacável do tempo.

"Profissão Perigo"

Uma jovem estudante é encontrada morta. Contudo, alguns fatores chamam urgentemente a atenção de Julia, a primeira é que a garota veio a falecer com indícios de torturas masoquistas, a segunda, é que essa jovem, chamada Debbie, é sua aluna na universidade. Com poucas informações e o desejo de justiça queimando no peito, a criminóloga percebe que a única maneira de descobrir a identidade do vil assassino, será fingindo ser uma prostituta, assim como sua falecida aluna, mantendo contato com clientes do ramo da prostituição, onde em troca, vai acabar por arriscar o próprio pescoço.

Abordando conceitos morais e sociais, nessa historia, desenho e roteiro mostram o preço que pode se pagar por tentar ganhar a vida de um "jeitinho" mais fácil. Onde estranhos se encontram para se relacionarem, sem saber o histórico ou as intenções maliciosas do outrem.  A trama é bem estruturada, recheada de interessantes diálogos, que mapeiam os fatores da indiferença social, prostituição e a ganância, com uma sub-trama voltada para o cotidiano do assassino e sua vida "aparentemente normal", onde fica perceptível o avanço do seu desejo em assassinar mulheres indefesas.

Por fim, a obra termina com um clímax de tirar o fôlego, valendo apena a espera dos fãs, já que agora são duas edições juntas.

Recomendo!