almanaquistas contatos cadastro parceiros

AGENDA DE SHOWS

EM BREVE NOS CINEMAS

O Sombra: 01


Por Jonathan Calazans
07/05/2014
Editora:Mythos

Preo: R$ 39,90
Pginas: 200

Autores: Texto: Garth Ennis * Desenhos: Aaron Campbell

1938, uma poca sombria em que o mundo vive as margens da segunda guerra mundial, a maquina de guerra nazista e o imprio japons, se preparam para uma violenta onda de conquista e massacre, que esmagar sem piedade, os coraes de milhares de inocentes. Mas o sombra conhece o mal que habita no corao do homem, e sabe a forma mais avassaladora de expurg-lo.

Criado por Walter Brown Gibson em 1930, o Sombra inicialmente era um personagem de programas de rdio, migrando mais tarde para os quadrinhos e cinema, onde acabou por arrebatar milhares de fs, conhecedores de suas frases marcantes, como: O sombra nunca falha! As sementes do mal geram frutos amargos! O crime no compensa! O sombra sabe! Com o legado de ter inspirado diversos autores, eis que a Dynamite vem com a proposta de fazer uma reformulao de suas historias, ( assim como o Aranha), com a promessa de agradar aos fs do novo sculo, para isso, os dois cascas-grossas responsveis pelo projeto so, Garth Ennis no roteiro, (cocriador de Preacher e de The Boys) e Aaron Campbell nos desenhos (Besouro Verde: Ano Um).

Porm, infelizmente, promessas algumas vezes no so bem sucedidas...

Iniciando pelas impactantes ilustraes em flash back, onde o exercito nipnico massacra o povo chins, o leitor carregado atravs da narrativa e indignao do protagonista, perante toda a maldade e leviandade humana. Rapidamente o roteiro apresenta o objetivo principal do justiceiro, assassinar dois corruptos militares japoneses, que de alguma forma, esto ligados ao seu negro passado. Para isso, o sombra deve viver disfaradamente como Lamont Cranston, um frio e distante agente do servio secreto norte-americano, contando com a ajuda de uma bela "assistente" chamada Lane, que de certa forma, um interessante contraponto a sua experincia e sangue de rptil para com os inimigos.

A trama vai se desenrolando, sangue, tiroteios, numa mistura onde nazistas, japoneses, americanos e soviticos, esto todos envolvidos em um intricado esquema, que pode mudar para sempre o rumo da guerra. De Nova York para Xangai, at terras dominadas por piratas, o sombra doutrina sua frgil discpula a aguentar o cheiro da carnificina, fazendo-a entender, o preo da responsabilidade que ambos carregam.

Um ponto interessante, so os diversos acontecimentos histricos mencionados pelos personagens durante a aventura, como: O estupro de nanquim e a noite dos longos punhais, onde a arte de Aaraon esbanja criatividade, em talentosos enquadramentos de perspectivas e ngulos ousados.

Bem, olhando superficialmente, parece que tudo est claramente definido, personagens, conflito, ambiente da trama... Contudo, infelizmente, a edio no chega nem perto da glria de outrora. Comeando pelo personagem sem profundidade que Cranston, praticamente prezo ao seu fanatismo e sem nenhuma tridimensionalidade. Na aventura, Praticamente todos os obstculos enfrentados pelo sombra, no oferecem, sequer, o menor desafio, sendo ultrapassados despreocupadamente um aps o outro. Outro ponto fraco, um outro aliado, pertencente ao servio secreto americano, que s abre a boca para repetir as mesmas frases de ameaa ao protagonista, sendo ainda por cima, usado sem criatividade pelo roteirista, como uma representao tediosa do patriotismo da terra do tio Sam.

Um elemento que salva, a boa virada no final da historia, pertencendo o clmax, (ao meu ver), mais aos coadjuvantes do que para o justiceiro, que ironicamente, ser responsvel pela construo da arma mais mortfera do mundo. Todavia, o que eu pensava que no poderia piorar, aconteceu, uma cena final, em que o sombra faz duras criticas aos costumes culturais japoneses, como o haraquiri, "julgando o ritual como um costume "insano", e "comemorar", a morte de um inimigo em decorrncia da bomba de Hiroshima, sem ao menos lamentar, ou comentar sobre a vida dos milhares de inocentes pulverizados, deixou clara, uma forte incoerncia nos conceitos ticos do personagem.

Reunindo as edies 1 a 6, O Sombra conta ainda com galerias de capas, feitas pelos aclamados artistas como Alex Ross, Jae Lee, John Cassaday, Ryan Sook, Howard Chaykin, entre outros...

Realmente muito abaixo do esperado!