almanaquistas contatos cadastro parceiros

AGENDA DE SHOWS

EM BREVE NOS CINEMAS

Memórias de Salinger


Por Julio Napoli

08/10/2013

Holden Caulfield declara em um determinado momento em "O Apanhador no Campo de Centeio" que um bom livro é aquele que ao ler você quer ser um grande amigo do autor. Ironicamente, o escritor do livro que inspirou gerações, J.D. Salinger foi um dos autores mais reclusos que já se ouviu falar. Se recusando a dar entrevistas e fotografias, nem sequer publicou seus trabalhos posteriores ao "Apanhador", para a tristeza de seus milhares de fãs que certamente gostariam de tê-lo como um grande amigo.

O Documentário "Salinger" de Shane Salerno, usando depoimentos daqueles que conheceram e admiram o autor, e muito material de arquivo, busca desvendar certos mistérios a respeito da obra e do homem que foi Jerome David Salinger.

Vemos depoimentos de velhos fãs que foram em busca do autor como se ele tivesse a resposta do sentido da vida, e que obviamente se decepcionaram ao encontrar Salinger. Muitos o viram como uma pessoa narcisista tanto em seu livro, que narra as desventuras de um adolescente em Nove York onde só temos contato com aquilo que o personagem pensa, quanto em sua carreira onde não se importou em publicar todos seus trabalhos e muito menos dar satisfação sobre sua vida. Mas a verdade é que Salinger foi um homem que negava o contato com uma sociedade e uma cultura que ele considerava falsa e distante. Preferindo assim ignorar a fama e sozinho fazer aquilo que o completava: escrever.

Das muitas curiosidades que podemos ter sobre a vida do autor, o documentário revela casos amorosos, experiências na guerra, suas frustrações como escritor desde as primeiras rejeições até o estrondoso sucesso de seu livro. Depoimentos de figuras famosas como os atores Philip Seymour Hoffman e Martin Sheen se unem a fotografias raras do autor, imagens impactantes da segunda guerra e pequenas encenações em diversos momentos para ajudar compor a figura do artista. Ao mesmo tempo em que o filme cria um ritmo bastante dinâmico e um aspecto visual interessante, mas que não busca ousar em sua forma de documentário.

Quanto às polêmicas dos assassinatos supostamente inspirados pelo livro "O Apanhador no Campo de Centeio", no qual o mais famoso é do ex-beatle John Lennon, o filme passa rapidamente pelo assunto. Já está claro nesse momento da projeção que a loucura estava naqueles que liam e não no livro.

Muitas das lendas que circularam a figura de Salinger continuam por aí, mas o documentário de Salerno certamente tira um pouco da aura misteriosa do autor e é um prato cheio para aqueles que sempre buscaram saber um pouco mais, e os fãs terão certamente uma agradável surpresa no final. Acaba que o filme é mais competente em descobrir a pessoa que foi J.D. Salinger, que nunca se preocupou realmente me passar imagem alguma pra ninguém mesmo que muitos tenham o encarado como quase um mestre.

J.D. Salinger acima de tudo foi um homem que amava escrever sem grandes ambições e podemos ver isso na simplicidade de sua resposta a um dos fãs que o procurou em sua casa certa vez em busca de ajuda: Não sou psicólogo, sou apenas um autor de ficção.

Estival do Rio 2013 - Mostra Panorama

Salinger (Salinger)

Estados Unidos, 2013. 120 minutos.

Direção: Shane Salerno

Com: Philip Seymour Hoffman, Edward Norton e Martin Sheen.