almanaquistas contatos cadastro parceiros

AGENDA DE SHOWS

EM BREVE NOS CINEMAS

As palavras


Por Jacqueline Farid
20/11/2012

Um candidato a escritor rouba as palavras de outro que muito mais talentoso do que ele, ganhando em troca o sucesso e o desprezo por si mesmo. Essa , em resumo, a trama de As Palavras (The Words), um filme envolvente, que aposta no fascnio exercido pela literatura para investigar o quanto um homem capaz de mentir, inclusive para ele prprio, para conquistar reconhecimento.

Formalmente convencional e servindo-se de interpretaes que no superam o nvel do correto - a exceo fica por conta de Jeremy Irons, timo como o inspirado personagem Velho -, o filme, dirigido e escrito por Brian Klugman e Lee Sternthal, se apia integralmente em um bom roteiro.

O interessante argumento de um escritor ainda fracassado que pretende ser um gnio e depara-se com o milagre de um maravilhoso livro annimo perdido em uma pasta em um antiqurio de Paris, necessitando apenas copi-lo para alcanar a glria, desenvolvido com preciso tcnica, acertando, sobretudo, na construo do personagem protagonista, Rory Jansen (Bradley Cooper).

Rory poderia resvalar facilmente no bvio se fosse um mau carter em busca de uma obra alheia para copiar. No entanto, simptico, "do bem", tem talento e quase morre de vergonha quando flagrado no erro. Interessante tambm a sua reao e o fato de que o preo que paga pelo seu deslize de natureza interna, um castigo ntimo.


Os autores encaram com eficincia o desafio de apresentar histrias em camadas, interligadas por uma sucesso de imagens ilustrativas e flashbacks. Os incmodos no script, que apresenta tambm dilogos bem construdos, ficam por conta de alguma nfase em fornecer mensagens clichs edificantes ao espectador, com frases reprisadas como: "Todos ns fazemos nossas escolhas, difcil conviver com elas".

O uso da msica tambm excessivo, a trilha sonora conduz demais a emoo, quase se intrometendo na dramaturgia. Outro seno a interpretao um pouco caricata de Dennis Quaid para o escritor Clay Hammond, o que compromete o desfecho da histria.

Um filme que se debrua sobre as palavras no poderia deixar de reverenciar um escritor. A homenagem ficou nas mos de Ernest Hemingway, que inspirou o prprio argumento do filme, j que o notvel autor norte-americano teve quase toda a produo que escreveu antes de 1922 esquecida em um trem por sua ento esposa, Hadley Richardson. No filme, o livro copiado por Rory foi perdido da mesma forma.

Hemingway aparece em uma placa fixada em Paris - onde Rory e a mulher, Dora (Zoe Saldana), vo passar a lua de mel aps o casamento em Nova York, onde vivem - e, ainda, na iniciao literria do Velho, que, ainda jovem, l a O Sol Tambm se Levanta em um caf parisiense. Assim como o renomado escritor, ele tambm luta na guerra e trabalha como jornalista.

O filme convencional e tem forte apelo comercial, mas no poupa seus personagens do confronto com as dores e complexidades dos homens, relacionamentos e, especialmente, das palavras. Um bom entretenimento que mantm a ateno com bem dosada poro de suspense.