almanaquistas contatos cadastro parceiros

AGENDA DE SHOWS

EM BREVE NOS CINEMAS

O dia em que James Brown salvou a pátria


O show que garantiu a paz depois do assassinato de MLK
James Sullivan
Vinte e quatro horas após o assassinato de Martin Luther King, James Brown fez o que sabia de melhor: pegou o microfone e foi à luta. Embora o clima estivesse quente em Boston - com inúmeros focos de revolta contra a morte do líder pacifista negro ¬, o cantor insistiu em subir ao palco, tentando acalmar os ânimos na cidade. O saldo daquele dia, nos Estados Unidos, foi de mais de 40 mortos, centenas de feridos e 20 mil presos. Mas, na capital de Massachusetts, cenário de históricas disputas raciais, James Brown soube fazer prevalecer a paz, em um show corajoso e eletrizante.
Centrado nesse concerto inesquecível, o livro reconstrói a vida e a carreira do pioneiro do funk nos Estados Unidos, com destaque para uma faceta pouco conhecida: a relação entre Brown, o movimento pelos direitos humanos e as lideranças negras naquele período conturbado da história americana.